Shiva

Recebi um testemunho que muito agradeço e que partilho! Fico sempre de coração cheio quando recebo estes testemunhos e é o meu maior incentivo para continuar.

“Quando adoptei a Shiva, uma cadela Border Collie, que na altura tinha 3 meses, tive algumas dificuldades em lidar com o seu comportamento bastante ativo e muito inteligente. Conheci a Mara Silva que passeava os seus cães no mesmo local que eu e foi-me dando umas dicas sobre como lidar com este tipo de cão. Cheguei á conclusão que ela sabia muito mais do que um dono normal e perguntei-lhe como sabia tanto.

Disse-me que já trabalhava com cães jovens há muito tempo e estava vocacionada para o Comunicação, socialização e interação dos cães, com pessoas e outros animais.

Convidou-me para frequentar um workshop de 4 fins de semana, orientado para o tema da socialização, e orientação comportamental destinado a cachorrinhos entre os 2 e os  meses.

Frequentamos esse curso  em conjunto com outros donos e cães e a opinião geral foi de que tinha sido uma experiência muito positiva.

No caso da Shiva serviu de plataforma para integrar de forma positiva e sem criar problemas com os outros cães, um curso de Obedience e posteriormente de Agility.

Considero que a formação dada pela Mara é muito positiva na formação dos donos na sua relação com os seus animais, assim como no controlo comportamental e desenvolvimento dos animais.”

@João José Milheiro

 

Como eu conheci a Shiva?

Conheci a Shiva numa puppyclass, era pequena, com uns olhos mega curiosos e muito assustada, na 1ª aula, passou o tempo todo por baixo da cadeira onde a tutora estava sentada. Ninguém a conseguiu tirar dali de livre vontade e portanto, foi necessário perceber melhor como poderíamos ajudar aquela Border Collie de  3 meses e pouco onde a curiosidade e o medo mantinham uma disputa feroz.

 

O medo é um sentimento forte e paralisante e tudo o que podemos fazer para que seja ultrapassado é trabalhar a nossa comunicação para transmitir calma ao cão e aumentar a sua confiança. Portanto, este foi o caminho que seguimos e que a família da Shiva seguiu,  estimular a curiosidade em situações seguras e aumentar os desafios pouco a pouco para que a Shiva fosse aumentando a sua confiança. De uma semana para a outra já passamos de uma Shiva congelada pelo medo para uma Shiva curiosa, que interagia com os outros cães e participava nas atividades, quando a confusão aumentava voltava para junto dos tutores, que a tranquilizavam e lhe restabeleciam a confiança. Os puppies têm esta excelente capacidade de aprendizagem rápida e de superarem as expectativas quando apoiados pelos tutores. 

A Shiva vinha de um meio rural e os primeiros estímulos da cidade foram muito desafiantes.

Na 4ª semana, a Shiva não era a mesma, passou da cadela tímida a uma miúda que cumpria todos os desafios e não se metia em confusões, mas também não levava desaforos para casa. A bola passou a ser o seu maior foco e a maior recompensa, incansável e sempre pronta a trabalhar, precisa que lhe digam para parar porque quer sempre brincar mais um pouco, ou não fosse ela uma incansável Border Collie. 

Hoje é uma cadela feliz, super tranquila com todos os membros da família, crianças incluídas, sempre pronta a novos desafios e onde o modo de comunicação dos tutores para ela, faz toda a diferença na sua resposta feliz! E só pede… que lhe atirem a bola! Excelente trabalho e dedicação João e Paula.

Já conheci vários Border Collies e apercebo-me que na maioria, têm tanto de sensíveis como de perspicazes. Com uma vontade férrea de agradar e aprender, sempre prontos a trabalhar, quem consegue o seu melhor desempenho, é quem aprende a estabelecer uma relação de confiança através de uma comunicação adequada e gentil.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *