Fogo de artifício

Muitos cães têm pavor de fogo de artifício e de outros sons repentinos e estrondosos. Para eles estes sons suscitam uma resposta defensiva, porque são percebidos como um ataque e não uma festa. Como podem eles perceber a diferença? Se nos lembrarmos da sensibilidade que têm ao som, torna-se ainda mais fácil entender que muitos cães e não só, se assustem com o fogo de artifício, foguetes, petardos, trovoadas, etc.

O medo é uma emoção!

Por vezes existe a ideia que não se deve dar festas a um cão com medo… esta é uma ideia ultrapassada. Os comportamentos podem ser reforçadas, as emoções são inatas e portanto independentes dos reforços obtidos. Na realidade, muitos cães na presença dos seus humanos ou até de outros animais da casa que se mostrem calmos, podem ter uma resposta mais calma. Portanto, usar palavras calmas, aconchegar ou mesmo acariciar de forma calma o teu cão, pode ajudá-lo a sentir-se mais calmo. De qualquer modo, dificilmente resolve a questão por si só.

 

O que mais podemos fazer para os ajudar?

Existem várias abordagens possíveis e possivelmente um mix de vários tipos de ajuda, pode potenciar o resultado. Deixo-te algumas sugestões.

Alteração Comportamental 

Este processo deve começar com algum tempo de antecedência relativamente ao dia dos festejos. Sim, eu sei, pensamos sempre que já devíamos ter iniciado este processo e agora é tarde demais…, se calhar no próximo ano! Pensa melhor, se começares agora, vais melhorar a resposta do teu cão a esta situação e se continuares a fazer estes exercícios simples de forma consistente, na próxima situação, possivelmente nos Santos Populares, o teu cão estará bastante mais preparado. O que te parece?

Bem, vamos lá!

O que pretendemos fazer: 

1º – O cão sentir-se cada vez mais calmo com os sons de fogo de artifício.

2 – O cão fazer uma associação positiva ao som. 

Para que isto aconteça sugiro que comeces a colocar sons de fogo de artifício num volume bastante baixo enquanto o distrais com brincadeiras, biscoitos ou brinquedos recheados. Dependendo do nível de reação do teu cão, podes começar mais afastado da origem do som e ires-te aproximando.

Gradualmente, podes ir aumentando o volume do som e ficando mais próximo da origem, mas atenção este processo deve ser feito ao longo de vários dias e tendo em atenção às reações do teu cão. Se ele deixar de aceitar a comida, se quiser afastar-se ou se mostrar desconfortável de algum modo, estás a ir demasiado rápido, é preferível um progresso lento e consistente que treinos rápidos que não irão persistir e obter os resultados que pretendes.

Caso necessites de ajuda, podes sempre contactar-me.

 

Roupa Adequada 

Existem alguns coletes que podem ajudar também neste processo. Eu conheço e recomendo a Thundershirt, mas existem outras marcas que podem ter o mesmo efeito. Este colete é semelhante a um abraço para uma criança, tem um efeito apaziguador, através da pressão suave no corpo do cão e é um excelente auxiliar nestas situações.

 

Produtos Naturais

Na tua loja habitual podes encontrar alguns produtos naturais que também podem ajudar bastante o teu cão a passar por estes momentos de forma mais tranquila, como o Adaptil (feromonas de apaziguamento) ou o Zylkene, entre outros. Normalmente estes produtos não têm qualquer contraindicação, mas recomendo que questiones o veterinário do teu cão para garantir que o teu cão os pode tomar.

 

Pequenas Mudanças na Casa

Se o barulho é perturbador, o local da casa onde o nosso cão está pode ajudar também. Assim, tenta manter as janelas fechadas para minimizar o som e coloca alguma música relaxante para o distrair dos sons exteriores.

Distrações também são bem vindas, por isso podes utilizar Kongs, puzzles ou outros jogos que incluam ou não interação contigo.

Como o fogo de artifício e as trovoadas trazem também luzes e flashes repentinos, que potenciam a reação do teu cão, tenta deixar as luzes da casa ligadas e as persianas corridas para minimizar a exposição do teu cão a toda esta experiência.

 

Uma Nota Final

Os cães quando estão aterrorizados podem reagir agressivamente, por isso não tentes forçá-lo a sair do local onde se escondeu ou agarrá-lo à força. O medo pode fazer com que os cães tenham reações agressivas apesar de não terem qualquer intenção de te magoar. Tenta chamá-lo calmamente e utilizar um biscoito ou um brinquedo para o fazer sair do local onde se escondeu. 

Garante também que o local onde está é seguro e que o teu cão não tem possibilidade de escapar para a rua, na sua tentativa de acabar com aquele som assustador ou fugir dele.

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.